way2themes

Coisas que não te contaram sobre a gravidez - 20/40 - Parte 2

Por: | 20:45 Deixe um comentário
Achegue-se! Coisas que não te contaram sobre a gravidez - 20/40 - Parte 2

Olá, meus amores!
Hoje trago mais 20 coisinhas bem simples mas bem importantes sobre gravidez!
Então, vem cá saber!

Clique no Link e confira.

Clique no link abaixo e confira a primeira parte.

21. Seus bicos dos seios vão ficar sensíveis e mais escuros. E os seios vão ficar inchados e doloridos. Nessa fase, dormir de sutiã ajuda.
22. Existe vida sexual durante a gravidez. Tem gente que fica meio assexuada e tem gente que fica meio ninfomaníaca. Nada que um bom esquenta e umas adaptações nas posições não resolvam. Divirta-se.
23. Você pode se encher de creme antiestrias e mesmo assim elas teimarem em aparecer nos últimos dias de gestação. É uma maldade da natureza? É. A gente pode fazer alguma coisa? Ainda não descobri.
24. Conforme a barriga cresce, você não vê os seus pés. Sapatos com cadarços vão ser quase proibitivos.
25. Se você é adepta da lâmina para depilação, reconsidere. Você não vai enxergar o que está fazendo. Se você não vê seus pés, imagine outras partes. Deixe o serviço para a depiladora, que tem um campo de visão mais amplo.
26. Não importa a temperatura do ambiente. Suas mãos vão ficar sempre quentes e você vai ficar, quase sempre, com calor. No verão, com MUITO calor.
27. A menos que você durma com uma sonda, vai levantar milhões de vezes para ir ao banheiro por noite. Deite do lado da cama perto da porta.
28. Conforme a barriga aumenta, fica mais difícil levantar da cama para ir ao banheiro. E você pode ter vontade de novo assim que sentar na cama. É ridículo, mas é verdade.
29. Você vai ficar três vezes mais cansada com qualquer esforço que fizer. Por isso, preparo físico é tudo: invista em caminhadas e hidroginástica.
30. Você vai odiar todas essas famosas que ficam magérrimas durante a gestação e perdem a barriga antes do bebê desmamar. E isso não é recalque. É culpa dos hormônios.
31. Seu cérebro diminui uns milímetros no final da gestação, e só volta ao normal depois de uns seis meses. Se você se sentir meio lenta, culpe os hormônios. Aliás, na dúvida, culpe sempre os hormônios.
32. O bebê te chuta até você ficar numa posição confortável… para ele. Sucesso é dormir virada para o lado esquerdo. Assim você não comprime a veia cava, que leva o sangue para o coração e garante a oxigenação do seu pequeno.
33. No último trimestre você pode sentir tonturas. Elas passam logo. Também pode sentir azia. Ela não passa logo. Ah, lembra dos gazes? Eles voltam com tudo. Culpa de quem? Claaaaro, dos hormônios!
34. Sei que parece meio óbvio, mas você vai ficar maior e mais lenta. E não vai ter muita noção do seu tamanho. As chances de você bater com a barriga nas coisas e nas pessoas sem querer aumentam.
35. Você perde o equilíbrio mais vezes por que seu centro de gravidade muda. Na teoria, é óbvio, né? Espere até você tropeçar em você mesma.
36. A gestação NÃO dura nove meses. Seu ginecologista pode te explicar isso melhor do que eu, mas você completa nove meses com 36 semanas e o bebê nasce entre a 38 e a 40. Ou seja, com quase 10 meses. Chupa essa manga.
37. O bebê escuta tudo o que acontece aqui fora e é muito divertido ver o pai conversar com a barriga e levar uns chutes do bebê em resposta.
38. No começo, você vai rezar para sentir o bebê mexer. E, no final, você vai rezar por um pouco de sossego. Conforme o bebê cresce e vai ficando sem espaço, os chutes e as esticadas podem ser doloridas e te deixar sem fôlego. Mas é tudo lindo e você vai adorar.
39. Todo mundo vai querer dar pitaco e mexer na sua barriga. Preste atenção: BARRIGA DE GRÁVIDA NÃO É PÚBLICA. Tem gente que adora uma esfregada alheia, mas saiba que pode manter estranhos e conhecidos longe dela e ainda assim ser uma boa pessoa.
40. Nossas mães não sabiam o que estavam fazendo e foram descobrindo conforme os problemas apareciam. E deu (quase) tudo certo. Com você será a mesma coisa.
Beijos!


A gravidez é o pequeno começo de um grande amor que será eterno.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse! Esse espaço é seu!